Empresa de tecnolocia norte-americana tem interesse em construer casas no Piauí.

Em 29/01/2009
O secretário Antônio Neto recebeu, na Secretaria da Fazenda, os diretores da ARXX, uma empresa que atua em várias partes do mundo construindo casas que levam em sua estrutura EPS, popularmente conhecido como Isopor.

De acordo com os executivos, a tecnologia utilizada na construção, mescla concreto armado e EPS; é ecologicamente correta, uma vez que suja bem menos; proporciona grande isolamento térmico e acústico; pode reduzir em até 75% o uso de energia elétrica; e a construção é extremamente rápida.

Várias razões foram levadas em consideração para que a empresa decidisse se instalar no Piauí. “O apoio que o governo tem dado e esse modelo de gestão que está sendo desenvolvido aqui, pelo governador Wellington Dias, que tem a meta de reduzir o déficit habitacional existente no Estado. Depois, o clima, que é bem quente, afinal nós estamos em cima da linha do Equador. Então é o local perfeito para servir de modelo para outros lugares com altas temperaturas”, adiantou um executivo da ARXX Brasil.

Desse entendimento, surgiu a criação de uma PPP (Parceria Pública Privada), para a construção de 10.000 casas no Piauí.

Para o secretário Antônio Neto essa é mais uma prova de que as empresas estão apostando no Piauí. “Todos os esforços estão sendo feitos para atrair novas empresas e para dar subsídios às que já estão aqui. Cada empresa nova que se instala, gera emprego, renda e ajuda a desenvolver um pouco mais nossa região. Então o nosso papel é criar condições para que a parceria entre Estado e iniciativa privada possa acontecer da melhor forma possível”, concluiu.
Receba Novidadades por E-mail: